fbpx
311 visualizações

8 Perguntas frequentes para compreender os Termos & Condições dos Serviços Qbis

311 visualizações
8 Perguntas frequentes para compreender os Termos & Condições dos Serviços Qbis

Espero que esta informação ajude a compreender quais os serviços e condições disponibilizadas pela Qbis, inclusive quais os perfis de candidatos aos quais (não) prestamos serviços. Se tiver quaisquer outras questões, contacte, por favor, o nosso Gestor de Recrutamento para que possamos ajudar na sua procura de emprego.

1. Como é organizada a viagem para a Holanda? Quem paga a viagem?

A Qbis oferece aconselhamento gratuito, junto dos candidatos portugueses, de modo a que estes possam ter emprego com alojamento incluído. A planificação e custos associados à viagem, desde Portugal e Ilhas, é da responsabilidade do candidato. Depois de aceitar uma oferta de emprego e a Agência holandesa receber a sua candidatura, com a ajuda dos nossos Gestores de Recrutamento, o candidatos poderá verificar qual a opção de viagem que lhe seja mais conveniente – por avião, autocarro, ou transporte próprio, por exemplo.

2. Quem paga o alojamento na Holanda?

Os nossos parceiros oferecem alojamento para todas as pessoas que, auxiliados pela Agência, conseguem um emprego. O alojamento é organizado e fornecido pela agência holandesa, mas não é gratuito. O trabalhador pagará uma renda pelo alojamento que utilizar, tal como acontece com a sua habitação em Portugal. Cada semana, a agência deduz cerca de 100 Euros do seu salário para despesas relativas ao alojamento.

Tanto a casas como os quartos são partilhados com outras pessoas que trabalham na mesma empresa à qual se candidatou. A maioria das agências não oferece quartos individuais, por isso, o candidato deve estar consciente de que terá de partilhar o seu quarto com outra pessoa de outra nacionalidade. O fornecedor do alojamento não permite que crianças ou animais de estimação vivam na casa.
Caso não esteja satisfeito com o alojamento, poderá sempre encontrar alojamento por si próprio, que esteja próximo do seu local de trabalho.

3. Quanto é que posso esperar auferir na Holanda?

Na maioria das funções, publicadas pela Qbis, nenhuma experiência ou formação específica é necessária para realizar as tarefas. Reflicta sobre as condições para trabalhadores de armazém, funcionários agrícolas, ou operários fabris. Neste momento, para este tipo de vagas, os nossos parceiros holandeses pagam cerca de 10 Euros brutos/hora. Se trabalhar 40 horas semanais, o seu salário mensal bruto variará entre 1600 e 1700 euros.

4. Quanto será possível de poupar por mês?

Do seu salário bruto, serão deduzidos os custos relativos aos seguro de trabalho/saúde, impostos e habitação para saber quanto ganha de salário líquido:

Seguro de saúde: Na Holanda, é obrigatório a ter um seguro de saúde nacional para o qual a agência de emprego holandesa deduzirá cerca de 90 euros mensais.
Imposto sobre o rendimento: Dos 1.600,00 a 1.700,00 Euros brutos, cerca de 14% são retirados para pagamento do imposto sobre o rendimento.
Habitação: Semanalmente, a agência deduz cerca de 100 euros do seu salário para efeitos de alojamento.

Após estas deduções, o trabalhador deverá esperar receber, mensalmente, cerca de 1.100,00 euros líquidos.

5. Quanto dinheiro devo poupar, antes de viajar para a Holanda?

Quando viajar para a Holanda, o candidato deverá levar consigo cerca +/- 300 euros. Como a maioria das agências paga semanalmente ou quinzenalmente, terá dinheiro para comprar os bens essenciais para se instalar na sua nova casa, bem como para a alimentação durante as três primeiras semanas na Holanda. As agências holandesas não fornecem refeições nem subsídio de alimentação. A maioria das cantinas das empresas estão, no entanto, bem equipadas, e é possível almoçar a um preço bastante acessível.

6. Quem será o meu Empregador, para assinar o contrato de trabalho?

O seu futuro contrato de trabalho será assinado entre si e uma Agência de Emprego Holandesa. Todas Agências, parceiras Qbis, trabalham com contratos de acordo com contratos dos quais os requisitos mínimos são estritamente regulamentados pelas Associações de Agências de Emprego. O tipo de contrato varia entre as agências, sendo renovado semanalmente, e, todos os meses, após 6 meses de contrato.

7. Preciso de falar Inglês para conseguir um emprego?

Ser necessário comunicar em Inglês vai depender do tipo de trabalho que irá realizar e de quantas pessoas da mesma nacionalidade irão trabalhar para a sua empresa. A maioria dos postos de trabalho exige pelo menos um nível comunicativo de Língua Inglesa para realizar as tarefas. Caso não fale inglês, deve demonstrar disponibilidade e flexibilidade para trabalhar, por exemplo, no sector da carne ou da agricultura para conseguir um emprego.

8. Preciso de um passaporte da UE para conseguir um emprego na Holanda?

O requisito essencial da Qbis, para conseguir um emprego na Holanda, passa pela necessidade de ter um passaporte europeu. Sem um passaporte da UE, a Qbis não consegue disponibilizar ajuda na procura de emprego e prestar quaisquer serviços para si.

02.09.2020

Poderia ser considerado para trabalhar no estrangeiro?

  • és fisicamente saudável
  • motivado
  • motivado para trabalhar e viver com pessoas de países diferentes
  • motivado em ganhar pelo menos 1750 euros por mês

Ótimo, a Qbis pode ajudá-lo a encontrar um trabalho no estrangeiro

Consiga uma oferta de trabalho

Requerer mais informação sobre trabalhar no estrangeiro

Consiga informação personalizada da Qbis