fbpx
911 visualizações

4 Razões para procurar um trabalho temporário no estrangeiro

911 visualizações
4 Razões para procurar um trabalho temporário no estrangeiro

Para além dos ganhos monetários, pode experimentar e aprender bastante com um trabalho na Holanda por uma curta temporada

Trabalhar noutro país pode ser interessante para aqueles que procuram uma forma de ganhar dinheiro mas que tenham compromissos em Portugal. Nem todos podem ficar por um período longo no exterior, quer seja por obrigações familiares, quer seja por estudos ou mesmo por gosto da vida que se tem em Portugal, mas apenas pretende ter uma curta experiência. Os benefícios em trabalhar de forma temporária no estrangeiro dependem de situação para situação.

1 Trabalho durante as férias de Verão

Para a maioria dos jovens, é difícil estudar e, simultaneamente, ganhar algum dinheiro para aproveitar a vida. Por esta razão é apelativo para os jovens ou estudantes, no momento em que as férias de verão se iniciam, decidam ir por alguns meses para o estrangeiro. Na verdade, as hipóteses de conseguir um trabalho no estrangeiro para os estudantes são altas se as expectativas não forem demasiadas. Ainda que um estudante trabalhe, este facto não faz dele um profissional visto que ainda está na fase dos estudos. Quando vai para o estrangeiro, deve esperar um trabalho que pode ser feito facilmente e que não requeira meses de treino. As grandes empresas de produção e armazéns na Holanda, por exemplo, têm muitos colaboradores fixos na empresa que costumam ir de férias nos meses de verão. Como neste tipo de empresas o período mais movimentado são os meses de verão, torna-se interessante trabalhar com estudantes. Os estudantes estão geralmente em boa forma física, falam bem inglês e aprendem o trabalho rapidamente.

Ir para um trabalho temporário requer formação de algumas semanas. É por esta razão que o período mínimo que as empresa determinam é de 2 meses. Lembre-se também, que se está a planear uma temporada no estrangeiro, terá de cobrir as despesas de viagem para o país de trabalho e vice-versa.

1 Trabalho durante as férias de Verão

Uma vez que comece a temporada como estudante no estrangeiro, verá que muitos jovens e estudantes de diferentes países realizam o mesmo trabalho e também trabalham nos mesmos armazéns que os adolescentes e estudantes locais. Isto cria um bom ambiente no local de trabalho e no alojamento.

Se pausou os estudos a meio do ano letivo ou não tem certeza se deseja voltar aos estudos, vale a pena considerar um ano sabático a trabalhar num país estrangeiro.

2 Fazer uma pausa nos estudos

Uma grande parte dos estudantes começa com um determinado curso, mas percebem ao fim de algum tempo que não pretendem seguir com a área escolhida, decidindo que no próximo ano querem estudar algo diferente. Enquanto estudante, quando fazes uma interrupção nos estudos a meio de um semestre, podes tirar benefícios em optar por um trabalho temporário no estrangeiro através de uma empresa de trabalho temporário:

Muda o teu ambiente

Para mim, mudar o meu ambiente é deixar emergir novas ideias do que gostaria de fazer com a minha vida. Estar constantemente no mesmo ambiente não me permite criar ideias para que possa melhorar a vida profissional. Durante os meus estudos vivi na Finlândia por 6 meses e depois dos meus estudos viajei pelo mundo numa mota. Olhando para trás, esses momentos foram os mais gratificantes. Não consigo imaginar que para a maioria dos estudantes esta experiência seja diferente.

Conhece o tipo de empresa com que mais te enquadras

Trabalhar numa empresa de trabalho temporário permite o desempenho de várias funções em empresas diferentes. Falando sobre várias experiências que tive, trabalhei para empresas diferentes, durante o meu tempo de estudante. Trabalhei em quintas, armazéns, empresas de táxi, empresas de marketing e em serviços de higiene. Estas experiências permitiram entender o que era melhor para mim e compreender em qual empresa gostaria de trabalhar depois dos meus estudos e se, de um modo geral, gostaria de trabalhar para uma chefia. Para mim, ficou claro que gostaria de trabalhar em uma empresa onde pudesse influenciar o processo de tomada de decisão. Então, assim que terminei os meus estudos, iniciei o meu próprio negócio. Estas são algumas das conclusões que podes fazer enquanto estudante em alguns meses, pois existem pessoas que lutam durante grande parte de sua vida para chegarem a uma conclusão. Portanto, não tenhas medo de ter várias experiências em vários tipos de empresas, pois vais compreender qual a empresa que gostas e determinar se gostas de trabalhar para grandes ou pequenas empresas. Pensa nos benefícios a longo prazo.

Cria uma grande rede de contactos

Não és o único estudante que trabalha uma temporada no estrangeiro. Há muitos outros estudantes que estão numa situação semelhante e também decidem ir trabalhar para o estrangeiro por uma jornada. É cada vez mais comum estudantes de países diferentes optarem por ir para o estrangeiro, o que permite criar uma grande rede de amigos em vários locais da Europa. Amigos que vão terminar os seus estudos e iniciar a sua vida profissional  dentro de alguns anos.

Cria uma grande rede de contactos

Na minha experiência, a rede que crias é útil para a vida profissional. Não só para as pessoas estrangeiras que conheces, mas também para os estudantes locais que vais conhecer. Na Holanda, por exemplo, é comum que os estudantes trabalhem numa área não qualificada enquanto estudam. Não importa a atividade que escolhem. É a forma como os pais holandeses ensinam os filhos tornarem-se independentes e mostram-lhes que o dinheiro não cresce nas árvores.

Pessoalmente, a maioria dos meus amigos e das minhas relações de negócios são graças a trabalhos temporários que eu fiz no passado. De advogados em Portugal para financiar especialistas na Holanda. É difícil compreender o quão importante são as pessoas que conheces no período de estudante no momento em que estás a trabalhar fora.

Ganha dinheiro para os estudos

Provavelmente, a razão mais importante pela qual os estudantes vão trabalhar no estrangeiro é ganhar dinheiro. A maioria dos estudantes não pode dar-se ao luxo de fazer poupanças para financiar os estudos. Sair temporariamente para trabalhar no estrangeiro, enquanto estudante, permite economizar algum dinheiro no final de cada mês, o que pode ser útil quando houver dificuldades com o pagamento de propinas. Esta situação dá-te alguma liberdade para te concentrares nos estudos e não te preocupares se tens dinheiro suficiente para chegar ao final do mês. É bom terminar os estudos sem ter grandes dívidas para pagar. Dessa forma, começa com uma situação financeira saudável quando iniciares a tua vida profissional.

Introdução a um novo país para estudar

Quando estás a residir e a trabalhar num novo país, tens acesso a universidades e a áreas de estudos que podem ser do teu interesse. Muitas pessoas pensam que estudar no estrangeiro é muito mais caro do que estudar no país de origem, mas isso não é necessariamente verdade.

Estudar nos Países Baixos, com base na minha experiência, podes contar com uma propina de 1.900 euros por um ano de estudos.

As mensalidades para os estudos na Holanda são mais acessíveis comparando com as mensalidades das universidades dos Estados Unidos e do Reino Unido. Esta situação acontece porque os estudos na Holanda são, em parte, subsidiados pelo governo holandês. Outro benefício de estudar na Holanda é que, se decides trabalhar e estudar ao mesmo tempo, poderás deduzir as despesas associadas à universidade para os impostos. Desta forma, podes esperar um retorno dos imposto ao estudar e trabalhar na Holanda. Muito bom, não é?

Para atrair estudantes do estrangeiro, as universidades holandesas oferecem muitos cursos em inglês. Na Holanda existem mais de 2.100 áreas diferentes de estudos disponíveis em inglês. Desta forma podes contar com cursos disponíveis em inglês na tua àrea de interesse.

3 Tempo para as férias, mas sem orçamento

Todas as pessoas precisam de uma pausa de vez em quando. A mudança de ambiente e a mudança de pessoas ao teu redor mantém-te motivado e inspirado. Se estás ansioso para ir de férias, mas não tens dinheiro suficiente para viajar por algumas semanas para um destino tropical, ou não queres ir novamente para o mesmo local em Portugal, trabalhar temporariamente no estrangeiro é uma ótima solução.

3 Tempo para as férias, mas sem orçamento

Quando vais trabalhar temporariamente no estrangeiro, a maioria dos trabalhos exige que estejas no trabalho de segunda a sexta-feira, o que te permite ter folgas no fim-de-semana. Isto dá-te a possibilidade de explorar a região em que vives no exterior. Tenta falar com alguns moradores locais e pergunta quais são os melhores lugares para se visitar na zona. A maioria desses lugares está disponível para visitar de bicicleta, não implica nenhum custo. Na descoberta da região, podes usar o transporte local para descobrir as cidades próximas. A maioria dos trabalhos no estrangeiro está localizada em áreas densamente povoadas, por isso é fácil mudar de uma cidade para outra.

Partindo da minha própria experiência, é uma opção excelente, mesmo que precises de trabalhar na maior parte do mês, para aproveitar uma sexta-feira ou uma segunda-feira, consegues fazer viagens desde a Holanda para outras cidades europeias. Como a Holanda tem uma localização central na Europa, é fácil chegar à maioria das principais cidades europeias quer seja de avião, carro ou comboio. Leva apenas uma hora para voar de Eindhoven ou Amsterdão para cidades como Paris, Bruxelas, Londres e Berlim. A maioria dos bilhetes de avião é de apenas 100 euros com companhias aéreas de baixo custo, incluindo a Ryanair, a Transavia e a Wizzair.

Trabalhar de uma forma temporária no estrangeiro é uma ótima alternativa para férias se decidires viajar e aproveitar ao máximo o local em que vives. Infelizmente, viver esse estilo de vida não permite poupar muito dinheiro.

 

4 Tu precisas de dinheiro!

Quando tens um plano financeiro rígido e não vês uma maneira de ganhar dinheiro suficiente para, por exemplo, comprar um carro, planear um casamento ou financiar o smartphone mais recente que estás ansioso para comprar, trabalhar temporariamente no estrangeiro é uma boa solução para ti.

Não cries a expectativa de ficar rico quando vais trabalhar para o estrangeiro, mas por exemplo, trabalhar por dois meses no estrangeiro vai-te dar, pelo menos, algum espaço na situação financeira.

Quando vai trabalhar para o estrangeiro, não deve esperar a realização de trabalhos que exigem uma formação de longo prazo. A maioria dos trabalhos temporários oferecidos no estrangeiro são aqueles que exigem apenas alguns dias de formação dos colaboradores. No caso de uma formação mais longa ser necessária, torna-se decepcionante para a entidade patronal se saíres depois de alguns meses.

A maioria dos trabalhos temporários são nos setores de logística, produção e agricultura. Em logística, podes esperar trabalhos em armazéns que fornecem produtos para supermercados e também armazéns relacionados com compras on-line. Quanto a trabalhos na área da produção são principalmente relacionados com alimentos, vegetais e o seu respectivo embalamento. Outras áreas, envolvem trabalhos sazonais no setor agrícola como trabalhador de estufa e como trabalhador num centro de distribuição de plantas.

Um bom período de tempo para ir trabalhar no estrangeiro caso o dinheiro seja o teu principal interesse é de 3 meses. Três meses é o tempo suficiente para cobrir as despesas de viagem e também permite que reserves algumas economias. Dependendo do seu estilo de vida e do país onde vais trabalhar, podes economizar cerca de 400 euros por mês.

 

4 Tu precisas de dinheiro!

Tente evitar os meses de inverno se quiseres economizar algum dinheiro. A quantidade de trabalhos no inverno, com exceção de dezembro, é cerca de menos 25% do que nas outras estações do ano. Deve ter em mente que é difícil para os empregadores no estrangeiro facultar horas suficientes para economizar dinheiro nos meses de inverno. Deve procurar este tipo de trabalhos nas estações mais solarengas e quentes do ano. O outono também é um ótimo período do ano para ir para fora, porque a famosa Black Friday acontece na estação do Outono e as empresas preparam-se neste período para colmatar a grande procura existente.

O salário que aufere por hora não depende do tempo que planeias ficar no estrangeiro. Os empregadores têm que cumprir os requisitos mínimos estabelecidos pelo governo e pelos sindicatos patronais. Pode esperar ganhar o mesmo salário por hora que as pessoas que ficam por um período mais longo no exterior e como pessoas locais que estão a realizar o mesmo trabalho

Verão

O verão é uma boa solução para quem pretende ir para o estrangeiro? Sim, para aqueles que querem ir trabalhar para o estrangeiro mas o seu ambiente em Portugal não permite que que fique longe por muito tempo.Trabalhar temporariamente no estrangeiro permite poupar algum dinheiro e descobrir novos lugares. É também uma boa forma de criar um grupo internacional de amigos. A combinação de novos amigos e a experiência de trabalhar para diferentes empresas vão ajudar a que progridas na tua vida profissional.

Santrauka

Se tem a certeza que deseja trabalhar temporariamente no estrangeiro, mas não sabes qual o país que pode ser o melhor para ti, verifica a nossa comparação sobre qual país da UE é o melhor para ir trabalhar no exterior em 2019.

Perguntas frequentes sobre encontrar trabalho temporário no estrangeiro

Gostava de viajar para o estrangeiro no verão, haverá trabalhos disponíveis para mim?

Sim, as pessoas que estão num contrato de longo prazo em empresas no exterior vão de férias no período de verão. Para preencher as lacunas que essas férias criam, há muitas vagas de trabalho para os estudantes no período de verão.

Gostava de ir para o estrangeiro por alguns meses, é possível encontrar trabalho para mim?

Sim, existem empresas que até preferem que as pessoas fiquem por um curto período. Há muitas empresas, antes de períodos de celebração, precisam de mais pessoas por apenas alguns meses. A agência intermediária Qbis pode ajudar quase qualquer pessoa a procurar trabalho temporário no estrangeiro com um trabalho.

Kamile Kastickaite
Kamile Kastickaite
Não me arrependo de ter viajado para o estrangeiro com a ajuda da Qbis. A Qbis encontrou um bom trabalho em que poderia sair para a Holanda em apenas alguns dias depois da entrevista de trabalho (como eu queria). O trabalho que encontrei através da Qbis foi fácil e lucrativo. Eu recomendo esta agência e espero ir para o estrangeiro mais uma vez.
24.06.2019

Poderia ser considerado para trabalhar no estrangeiro?

  • és fisicamente saudável
  • motivado
  • motivado para trabalhar e viver com pessoas de países diferentes
  • motivado em ganhar pelo menos 1750 euros por mês

Ótimo, a Qbis pode ajudá-lo a encontrar um trabalho no estrangeiro

Consiga uma oferta de trabalho

Requerer mais informação sobre trabalhar no estrangeiro

Consiga informação personalizada da Qbis